Etiqueta CLASSE+

ETIQUETA_NOVA-1.jpg

O sistema CLASSE+ para etiquetagem energética de produtos (originalmente designado por SEEP) é uma iniciativa da ADENE – Agência para a Energia para facilitar a escolha de produtos mais eficientes na reabilitação de edifícios.

Em concreto, a etiqueta CLASSE+ visa dar resposta à ausência de etiqueta europeia obrigatória para alguns produtos que afetam o desempenho energético dos edifícios, como janelas, isolamentos, tintas, etc. O objetivo é proporcionar aos consumidores uma referência simples e de fácil interpretação quando procuram soluções energeticamente mais eficientes para estes e outros materiais e soluções com influência no conforto e no consumo energético dos edifícios.

O desempenho energético dos produtos está classificado numa escala de “F” (menos eficiente) a “A+” (mais eficiente), semelhante à etiqueta energética dos eletrodomésticos. Através desta referência à classe energética, é possível ao consumidor estabelecer, desde logo, um requisito mínimo para a eficiência energética da solução que se propõe adquirir, bem como comparar o desempenho entre diferentes propostas que receba.

A etiqueta CLASSE+ não tem custos para o consumidor, permite uma escolha mais informada e promove o conforto e a poupança de energia das famílias, com benefícios para a economia e para o ambiente.

 


Etiqueta energética europeia


Foi há mais de 25 anos que surgiu a etiqueta energética europeia que inspirou a etiqueta energética CLASSE+ e que hoje já nos é tão familiar nos eletrodomésticos, televisões, lâmpadas, equipamentos de ar condicionado, etc.

Manual etiqueta energetica.jpgA ideia era (e ainda é) simples: ao facilitar uma decisão mais informada aos consumidores, estes irão privilegiar a compra de equipamentos mais eficientes e isso irá induzir o desenvolvimento tecnológico, com os fabricantes a colocar no mercado soluções cada vez mais eficientes.

A etiqueta energética europeia abrange hoje cerca de 20 equipamentos. Para obter informação sobre a etiquetagem energética de produtos comercializados no Espaço Económico Europeu consulte o Manual da Etiqueta Energética Europeia.

​​​