​Sabia que a etiqueta energética de janelas foi atualizada?

 
 
A etiqueta energética de janelas surgiu em 2013, sob a designação SEEP (Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos), tendo sido renovada em 2018 para a atual designação de etiqueta de janelas CLASSE+. A etiquetagem de janelas passou a funcionar num modelo mais dirigido ao consumidor, mais ágil e mais sustentável, com um forte envolvimento da indústria do setor das janelas.​

A etiqueta energética CLASSE+ para janelas é uma nova forma, mais fácil, dos consumidores saberem quais as janelas mais eficientes com que poderão poupar energia e ganhar em conforto. Tudo isto usando a escala de cores que já lhes é familiar de “F” a “A+” e com a inclusão de pictogramas que tornam mais claro o que significa cada parâmetro.
 
A classe resulta da avaliação do desempenho da janela no mês mais frio e no mês mais quente do ano, traduzindo a melhor ou pior capacidade de reduzir as perdas térmicas no inverno ou minimizar o sobreaquecimento no verão. Além da classificação energética, a etiqueta inclui ainda parâmetros técnicos que correspondem exclusivamente ao produto etiquetado, como as características do vidro e a capacidade de atenuação acústica da janela, entre outros.

Consulte as nossas Perguntas & Respostas (para particulares) para saber mais sobre a etiqueta energética CLASSE+.


Janelas eficientes


As janelas eficientes, pelas suas características, contribuem para o aumento do isolamento térmico e acústico dos edifícios, permitindo reduzir o consumo de energia associado à climatização dos espaços.

A instalação de janelas eficientes permite um maior conforto térmico, diminuição de infiltrações de ar e água e consequente risco de patologias inerentes, assim como poupar na fatura de energia. Estas janelas podem ter caixilhos em madeira, PVC ou em alumínio com corte térmico (rutura térmica) ou uma combinação dos mesmos. Para o envidraçado, deve considerar, no mínimo, um vidro duplo, sendo que pode escolher para o gás que separa as duas lâminas de vidro, ar ou um gás nobre, por exemplo, o árgon.

A substituição de uma janela vulgar, de vidro simples e sem corte térmico, por uma janela com classificação “A+” na etiqueta CLASSE+ significa menos 50% de perdas de energia e menos gastos. A isso acrescem benefícios de saúde associados à melhoria do conforto da habitação, bem como uma valorização do próprio imóvel.

Deve aconselhar-se com o fornecedor de forma a obter as melhores opções para a sua habitação, considerando, além do desempenho energético, outros fatores, como a orientação das janelas, clima, limitações construtivas, durabilidade e outros fatores a ter em conta.



Exija a etiqueta energética CLASSE+


Se é particular não esqueça de, no pedido de propostas às empresas, exigir a etiqueta energética CLASSE+. Em concreto, poderá incluir no seu pedido de proposta/orçamento algo semelhante:

A proposta deverá incluir a simulação da etiqueta energética CLASSE+ obtida junto da ADENE – Agência para a Energia para cada janela proposta. Em caso de adjudicação, a documentação técnica da obra deve incluir a etiqueta energética CLASSE+ definitiva, verificável através do website www.classemais.pt”.

Ao substituir as suas janelas antigas, exiga a etiqueta energética CLASSE+ pois esta tornará mais fácil a sua escolha de janelas eficientes, sem necessidade de estar familiarizado com os detalhes técnicos específicos de tipo de produto.